sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Cerâmica Contemporânea de José Ramos


Esferas de cerâmica em tamanhos variados


Outras peças deste autor também em "terra sigilata".
A Terra Sigillata é considerada uma cerâmica de luxo que atravessa vários séculos, desde os primeiros tempos de ocupação romana até à Alta Idade Média. O nome deriva do selo (sigilum) com que eram marcadas. Esse sigilo é usado como referência de qualidade do oleiro ou da oficina onde eram feitas.
Historicamente a técnica da terra sigillata foi usada durante milhares de anos como decoração em potes e, em menor medida como um impermeabilizador para utensílios porosos.
Tradicionalmente, o objectivo primordial da "terra sigillata" é fazer revestimentos refinados para obter um brilho acetinado sem recurso ao esmalte. Esta cerâmica apresenta-se coberta por um engobe (fina camada de argila decantada diversas vezes) quase vitrificado (após a cozedura). A superfície da forma é polida com as mãos, ou um pano macio, o que lhe dá características ímpares de beleza, resistência e impermeabilidade.

1 comentário:

  1. Muito grato pela magnífica apresentação.
    Saudações, José Ramos

    ResponderEliminar